musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - BALADA DO OITAVO ANDAR - ZECA BALEIRO - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Balada Do Oitavo Andar letra


Tarde fria, noite morta não importa onde vou
Todos caminhos dão no mesmo esmo, meu amor
Eu sei onde você mora mas vou esperar a hora de dizer
Palavras invento e deixou o vento levar pra onde for
Minha boca grita e cala e não revela qualquer dor

Pra se ver a luz demora e o escuro me namora sem pudor
Deixo flores pela estrada afora
Migalhas no chão pra eu não me perder
Não espero o sol e vou me embora
Ouço a voz do vento a me dizer

Que nada respira, sem que roce a pele em carne viva dor
E tudo espera pela mágica da primavera flor
Que nada respira, sem que prove minha saliva o sal da dor
E tudo espera pela mágica da primavera flor

Pra se ver a luz demora e o escuro me namora sem pudor
Deixo flores pela estrada afora
Migalhas no chão pra eu não me perder
Não espero o sol e vou me embora
Ouço a voz do vento a me dizer

Que nada respira, sem que roce a pele em carne viva dor
E tudo espera pela mágica da primavera flor
Que nada respira, sem que prove minha saliva o sal da dor
E tudo espera pela mágica da primavera flor

Zeca Baleiro - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br